28/10/2009

Tu queres é conversa...


O meu companheiro de viagem Estoril- Alcântara, é o meu fofinho Purple iPOD. Não há melhor entretém do que ouvir as minhas músicas preferidas a caminho do trabalho. Fico mais bem-disposta e parece que o dia corre melhor. Parece...
Normalmente, quando chego a Alcântara, dou um pulinho ao café da estação, que vende uns queques de maçã deliciosos.
Mal entro no café, o senhor do balcão já sabe que é para embrulhar um queque mal cozido e tirar um cafézinho.
Faço este ritual há mais de 6 anos, nem sempre peço o queque e nem sempre bebo o café, mas uma coisa ou outra levo.
O antigo dono, era um porreiro! Sabia ter conversas matinais de jeito, era simpático mas ao mesmo tempo discreto e educado.
De há uns tempos para cá... A coisa mudou e em vez do dono, está lá um chico-esperto que teima em tentar meter conversa, mas como de manhã, tenho um humor peculiar, não leva grande resposta.
Só quero é tomar café, levar o queque de maçã e fugir dali a sete pés!
Hoje o motivo de tentar encetar conversa foi o meu iPOD...

Chico-esperto: "Ah! Que giro... é um mp3?
Pepper: "iPOD..."
Chico-esperto: "Também tenho um!" (Ai, tens e não sabias o que era?)
Pepper: "Ah! Ok!"
Chico-esperto: "O seu trouxe algum cd de instalação? Como é que coloca as músicas?"(Já não estou a entender... Então tens e não sabes colocar músicas?)
Pepper: "Os novos iPOD não trazem cd de instalação do iTunes, tem que aceder à net..."
Chico-esperto: "Mas eu vou ao Windows e ele encontra o programa..." (Juro que não percebi)
Pepper: Pois...
Chico-esperto: "É que eu compro tudo na Kandonga. Está a ver? Eheheheheheh."
Pepper: ...

6 comentários:

  1. Sem comentários. Há gente muito... como hei-de dizer... triste... E ainda devia achar que estava a fazer um brilharete...

    ResponderEliminar
  2. Se te falasse do que me aconteceu na segunda feira na viagem de comboio Faro-Lisboa ficavas de queixo caído. Tal como eu fiquei. Talvez essa história aine da vá parar ao blog.
    Qualquer coisa como o homem que ia sentado ao meu lado (casado) ir literalmente a tombar para cima de mim...e não me parecia que tivesse frio. Há com cada um...
    Bjinhos***

    ResponderEliminar
  3. Não há queques de maçã em mais lado nenhum?
    Odeio conversas de circunstancia.
    (não é muito fácil ler com este fundo preto e branco)

    ResponderEliminar
  4. Super diálogo, hehheeh, divino!

    Por falar em queques, quando tenho trabalho no Museu da Electricidade costumo ir ao bar do cais de embarque para a Trafaria comer... exactamente um queque à moda antiga, com ovo e menos farinha!!!

    Muitos beijinhos. Ainda nos vamos cruzar um dia... e eu perguntar-te-ei que música estás a ouvir, hehehe

    ResponderEliminar
  5. É tão bom quando esta gente se tenta armar em espera e que sabe tudo mas dá cada calinada.

    ResponderEliminar
  6. O meu acompanha me diariamente no comboio da Sulfertagus e é rosa choque*
    bjs bom fim se semana*

    ResponderEliminar

Bring it on!