10/07/2009

Mãos de carvão


O spot habitual para almoçar, é um café aqui na Artilharia Um, que costuma fazer uns menus em conta e com boa comidinha.
À mesma hora em que eu ia fazer a minha hora e meia de refeição, também aparecia por lá um rapaz acompanhado por um moleskine e passava o tempo inteiro a rabiscar as páginas do mesmo.
Nunca tinha visto o que continha aquele moleskine e nem conhecia o rapaz de lado nenhum, limitava-me a observar as suas maneiras à mesa, o seu olhar contemplativo para algum objecto e nunca entendi muito bem o que é ele rabiscava diariamente.
Até que um dia, o olhar daquele rapaz esgroviado pousou na minha direcção...
Escusado será dizer... Detestei!
Odeio que as pessoas olhem para mim, então quando estou a almoçar, é de bradar aos céus.
Por instantes pensei que estaria a tentar meter-se comigo, mas esse pensamento voou da minha
cabeça, quando me apercebi que ele não olhava para mim e sim para as minhas mãos.
O meu professor de piano, invejava as minhas mãos,dizia-me constantemente que as minhas mãos eram perfeitas, dignas de um pianista e que tinha poucas alunas que facilmente chegavam ao início e ao fim da oitava.
Com o pretexto de ir ao w.c., a minha curiosidade aguçada quis ter a certeza do conteúdo do moleskine e quando voltei reparei que naquele caderno de recordações, estavam várias mãos desenhadas a carvão e no fim da página a minha mão direita, que reconheci por identificar o meu anel.
De volta ao trabalho, aquilo ficou-me na cabeça num misto de irritação e de ego ligeiramente subido.
Irritação pelo atrevimento e o ego subido pelas mãos terem sido merecedoras de ir parar a um caderno desconhecido.
Decidi que no dia a seguir, iria pedir o desenho e entrei no café à mesma hora de sempre, almocei e fiquei lá até ao fim da hora e meia...
O rapaz nunca mais apareceu e nunca mais o vi, nem a ele nem ao moleskine.

5 comentários:

  1. se calhar vendeu o desenho das tuas mãos e ficou rico! lololol hoje só digo disparates lol

    ResponderEliminar
  2. É um misto de sentimentos... Também não gosto de ser observada. Ainda mais assim, quando nos observam ao pormenor. Mas saber que somos alvo de tanta atenção também faz bem ao ego :)
    Bjinhos***

    ResponderEliminar
  3. os artistas são malta porreira!
    há uns anos um estudante de belas artes desenhou-me (tb durante o almoço)e depois ofereceu-me o desenho. eu estava a ler um livro sobre o van gogh e ele achou piada.
    escreveu "para ti" e assinou
    tenho-o emoldurado
    beijos, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Ai Pepper, isso cheira-me a fetiche ;)

    ResponderEliminar

Bring it on!