08/06/2009

Timidez


Às vezes questiono-me se ir tirar o curso de Direito será uma boa opção para o meu futuro.
Mr. Bu, diz-me que eu daria uma excelente Assessora de Comunicação, mas eu queria mesmo era tornar-me uma formiga da labuta jurídica...
Desde que era uma garota franzina, que o meu sonho era defender os pobre e oprimidos, principalmente as crianças, que tão menosprezadas são no meio de guerras legais entre pais, cujo único interesse, não é o bem-estar dos filhos, mas sairem vencedores numa guerra de egos que provoca "feridas profundas" nos miúdos.
Podia contar alguns, mas estou abrangida por sigilo profissional, como todas as minhas colegas que trabalham neste ramo.
Sempre gostei imenso de escrever, de construir textos e isso é muito bom para quem trabalhe na labuta jurídica, mas o meu calcanhar de Aquiles é agarrar nesse texto e transformá-lo numa ferramenta oral e o mais importante, que essa ferramenta esteja organizada com pés e cabeça.
Ainda hoje, sendo catequista de um punhado de crianças com idades compreendidas entre os seis e os sete anos é-me díficil seguir o raciocínio e explicar-lhes o que tenho a explicar.
Além disso, também canto e toco viola, por vezes é difícil estar à frente de uma assembleia, sem que as pernas me tremam, as mãos suem e que o rubor invada a minha face.
É díficil estar à frente de muitas pessoas e para mim é mais fácil estar atrás de um microfone a falar ou de um computador a escrever do que estar frente a frente com centenas de pessoas, pois sempre fui muito tímida e inicialmente custa-me falar.
Questiono-me se esta ferramenta oral se adquire com o tempo, se é algo que nasce connosco ou se a mesma pode ser trabalhada com o tempo, com workshops, com treino, porque sem ela eu corro o risco de não conseguir alcançar o meu sonho.

10 comentários:

  1. É preferível que esse dom seja inato, mas quando se quer muito concretizar um sonho que passe pela oratória, existem profissionais que te podem ajudar e, mais tarde, o hábito faz a monja.

    ResponderEliminar
  2. Qual é o Rafeiro ? esta é uma pergunta que está no nosso blogue para responderes, será que vais assertar.

    E depois de votares, aproveita para ler a entrevista com a protectora e amiga do Caramelo.

    http://esterilizacao-o.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Parece-me é que tens qualidades para ser uma boa comunicadora. :)

    ResponderEliminar
  4. Bem, eu acho que o melhor é a pessoa nascer com o dom da palavra. Não quero dizer que basta o dom. Como em tudo na vida, o "treino" é muito importante. Actores famosos afirmam que o sucesso é 2% de talento e 98% de sofrimento. Os melhores são os que mais ensaiam.
    Assim, se te sentes intimidada com o público, é natural que só o "treino" não chegue... mas quem sou eu para te desmotivar?
    Se é esse o teu grande sonho, quem sabe não terás uma comunicadora dentro de ti, que ainda não teve oportunidade de se declarar.
    Dizem os poetas que devemos seguir os sonhos... desde que não sejas sonâmbula e ponhas em risco a tua vida por saíres para a rua, a meio da noite, a correr atrás do Bread Pit, nada como tentar a sorte.

    Beijinho

    P.S. Afinal sempre era verdade que ser advogada era um sonho de infância :D

    ResponderEliminar
  5. Eu acho que se consegues escrever um texto coerente então tens tudo para perderes essa timidez. O problema com que me deparo imensas vezes (noutras pessoas) é que a malta não consegue seguir uma linha de pensamento mas geralmente quem escreve bem é porque não tem esse problema.
    Quanto ao resto, obviamente que a Retórica devia ser o teu livro de cabeceira e não há nada (mesmo) como fazeres imensas apresentações para perderes o nervoso miudinho, a gaguez e tudo o resto. Se não tiveres mais apresentações usa e abusa da família, escolhe temas diversos e que interessem de alguma forma.
    Se quiseres mais dicas maila-me!

    ResponderEliminar
  6. O curso de Direito tem muitas saídas profissionais que não a advocacia.
    Quanto à timidez, terás que vencê-la aos poucos através do convívio público, mas para isso tens que te mentalizar.
    Por exemplo, imagina que estás numa praia de naturismo e que ninguém te conhece... ;)

    ResponderEliminar
  7. Olá!
    O sucesso vem sempre depois de muito trabalho:=)
    Há realmente quem tenho o dom da palavra....outros têm que treinar, ouvindo, ouvindo...

    Beijicas

    ResponderEliminar
  8. há cursos que te podem ajudar na oratória.
    acho que o pior mesmo é a saída que tens tirando um curso de direito mas também está tudo tão mau... e vale sempre a pena ir atrás de um sonho

    ResponderEliminar
  9. Hum....
    Já que se fala em direito... "A ocasião faz o ladrão"
    Logo... quando chegar a altura, isso vai passar :)
    CONFIANÇA ;) jinhussssss

    ResponderEliminar
  10. eu que estou no mundo juricio ha tres anos digo-te.. a parte oral é muito importante mesmo, mas não vale nada sem um bom suporte a nível 'escrito'.. e com o passar do tempo a faculdade (pelo menos a minha) vai colmatando as diversas imperfeições que tenhas a esse nivel.. até pelo nivel de exigencia pedido.. e se gostas, porque não arriscar no teu sonho? :)

    ***

    ResponderEliminar

Bring it on!